10 de set de 2012

Cada dia acredito menos em tudo que um dia acreditei!


                                  Aprendi com a tristeza que não há limites para chorar
                                      Aprendi com a alegria que não há limites para sorrir
                                       Aprendi que não preciso necessariamente de alguém 
                                                             Para não me sentir só.

                                            Minha alma vai estar sempre só, e triste.
                                             Aprendi que um momento pode ser eterno
                                                         e que um trauma acaba
                                  Apenas temos que aprender o conviver com o mesmo.

                               Aprendi a ser independente quando não tinha idade para isso
                                        e fui dependente quando na verdade eu era capaz.

                                                 Aprendi que tenho que aprender muito
                                              Desprender-me de tudo que me causou dor
                                                         Que destrói minha alma
                                                       Essa é a minha razão de viver.


             

               

9 comentários:

  1. Olá Mary lindo poema!
    Obrigada por sua visita beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá!Bom dia!
    Mary!
    Tudo bem por aqui?
    ...desejo que sua percepção acorde mais plena,no sorriso,no gesto que Deus colocou em sua vida,para que não desista dos teus sonhos,não pare de deixar de acreditar...
    Entender que ,em seu tempo, tudo estará diante de ti,na hora certa e
    que tenha sabedoria e aguarde com tranqüilidade o desabrochar dos teus sonhos...
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Boa semana!
    Beijos
    ...desculpe me a demora em retribuir seu comments é que estava viajando!
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. bom dia Mary

    a vida é maravilhosa e unica acredite

    Viva e Ame

    beijos.

    ResponderExcluir
  4. bom dia Mary

    a vida é maravilhosa e unica acredite

    Viva e Ame

    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Hola Mary, la vida es un eterno aprendizaje, donde nunca nos doctoramos en nada. Solo experiencia sin límites para ser buenas personas.

    Un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente a vida nos mostra esses caminhos tortuosos,,,tristes e as lágrimas são inevitáveis....beijos e uma bela terça feira pra ti.

    ResponderExcluir
  7. bellos y profundos versos nos obsequias querida y admirada poetisa. Muchos besinos con inmenso cariño e infinitas gracias por concedernos el privilegio de ser testigos de elos.

    ResponderExcluir
  8. _Aprendi que não preciso necessariamente de alguém
    Pra não me sentir só...Por esta delicia e outras é q adoro vir aqui, seu poema é leve, delicado e trás sempre impresso ou não gotas de maravilhosa sensualidade, eita poetiza bem boa. _Um dia fui alguém normal, com sonhos iguais...Noooossa q final arrebatador, aforei, amei, gostei, vai do tio Castanha pra guria, bjos, bjose bjosssssss

    ResponderExcluir
  9. JA ME SENTI SÓ EM MEIO A MULTIDÃO, E DESCOBRI QUE NÃO EXISTE LIMITES PARA CHORAR E NEM SORRIR.

    ME SINTO ASSIM TODOS OS DIAS, NO QUAL A TRISTEZA TOMA CONTA, O VAZIO AUMENTA, MAS A VIDA CONTINUA., SÓ NÃO PRECISE MAIS QUERER SER NORMAL, POIS OS NORMAIS NÃO FAZEM NADA QUE TE SURPREENDE A SI MESMO!

    BJS
    PATTY!

    ResponderExcluir


“O Poeta é um fingidor, finge tão completamente
que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente.”

( Fernando Pessoa)


Arquivo do blog

jf.maps

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...